Veja também O mundo inteiro em:
http://naiane-julie2.blogspot.com

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Velhos medos



Sinto uma falta eterna
falta de encher a minha alma
com o calor inesgotável, intenso e insuportável dos teus raios de luz.
Sinto uma falta estranha e triste, mas mesmo assim boa
como se algumas coisas apenas você entendesse
e ainda assim.. muitas são mistérios pra nós dois.

Acho que é verdade, 'nadamos tanto e ainda assim encontramos
sempre os velhos medos'
É uma pena a distância ser tão irremediável
mas a falta a transforma numa completa e latente subversão
de todos os meus pensamentos...