Veja também O mundo inteiro em:
http://naiane-julie2.blogspot.com

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Fuga da liberdade

 
google imagens

                Incrível nestes poucos anos que já viví, são as constantes descobertas sobre liberdade. Cada dia que passa, percebo a complexidade do que chamamos de liberdade. É inegável o desejo de liberdade que se traduz muito bem quando os poetas escrevem sobre o delírio, poetas que concebem em seus momentos de escape, verso e prosa. E nós continuamos desejando ser livres, a ideia de fugir é sempre bem vinda. Então, tiramos férias, um meio socialmente aceito. Mas, e quando o desejo por liberdade se torna constante demais e passa a nos cutucar antes de dormir? Neste ponto podemos pensar sobre o que Veríssimo escreveu "a gente foge da solidão quando tem medo dos próprios pensamentos".  Estive procurando a liberdade por um certo tempo em lugares diversos, em uma pessoa, em uma causa, em uma ideologia. E a liberdade mostra-se nascente cada dia mais em um lugar diferente de todos estes.... esse lugar é a minha solidão. Não a solidão ruím que nos vem a mente quando falamos em solidão. Mas aquela que significa a produção de pensamentos autoconstrutivos, é preciso relembrar em que alicerces estamos fundados.
          Sartre disse que 'somos livres para sermos qualquer coisa, exceto não livres, estamos condenados à liberdade'. Por isso, em situações difíceis, talvez em que erramos, é preciso encontrar um culpado, não compreendemos bem a grandiosidade da liberdade que temos para Ser e Fazer. A verdade é que fugimos constantemente da liberdade, enquanto estamos a procurando desenfreadamente.
          Não me canso de pensar em como construir minha liberdade no meio de tanta falsa liberdade.

Naiane Julie

Nenhum comentário:

Postar um comentário