Veja também O mundo inteiro em:
http://naiane-julie2.blogspot.com

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Solidão


Ela disse um turbilhão de palavras e no final a frase: "Eu quero apenas ser acolhida, ser notada, ser amada". Foi nesse momento que descobrí o motivo de muitos reinos terem sido destruídos pela 'simples' busca de afeto, de amor. Isso acontece quando não somos suficientes sozinhos... e como isso seria possível?
Ao menos admitir que somos fracos nos torna mais fortes, conhecedores de nós e de nossa natureza.
Talvez conhecer a solidão evite que ela nos devore.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Incongruência?


Meu pior defeito é fugir da vida quando ela apresenta - se demasiado humana. Tento deixá- la poética mesmo quando existe instinto, dor, sensações significativas em nosso universo individual/ humano.
Ao mesmo tempo, ver os outros em sua natureza humana dá sentido a minha vida.
Incongruência?
Não!
Apenas espero mais dos seres humanos. Mais que a pura lástima de não ter o domínio - em primeiro lugar- sobre si, depois, de sentir seu domínio e influência ao caminhar com a humanidade. Mas não qualquer domínio, e sim um que valha Ser humano. Quando lembro de nossa insignificância, a vida parece mais plena. Apenas não acho justo respaldarmos nossas atitudes incorretas no fato de sermos seres que erram. Também somos seres conscientes.


Naiane Julie
Verão de 2011

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Ego(não)centrismo


No geral estou feliz, pela vida...
Mas sei que tenho direito de revoltar- me algumas vezes. Nestes dias insólitos, não olho para o céu na melhor hora do dia, nem olho para mim em alguns minutos do dia. Não quero a sociável razão da figura que posto- algumas olheiras, um nome, uma história-. Se eu fizer isso, a subversão esvai, porque 'sou meu próprio líder'.
Por isso, mantenho a rigidez momentânea... assim, sinto- me pouco EU enquanto sinto muito TUDO.


Naiane Julie
Verão 2011