Veja também O mundo inteiro em:
http://naiane-julie2.blogspot.com

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

O som da vida é um blues




A vida é um som de blues

A vida é um sonho azul

Percute como a água no copo de cristal

Perfume de flor branca, fortaleza surreal



Sorriso de boneca

sentido convergente

São passos no abismo

Vida solta e displicente



Ou pode ser sentida

Ao som das cordas fortes

Do sopro colocado

No tom que o comporte



Venham bons ouvidos!

Sabe- se que no poente

Existe a marca d’água

Serpenteando nossos dias

Luzindo em despedida

- A vida.



Naiane Julie

22.10.10

5 comentários:

  1. Que delícia.
    Acho que essa displicência dita no seu poema, na verdade, é uma grande responsabilidade - a displicência os outros que vêem.

    Beijo, sua poetisa.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto. Certamente você tem uma boa forma de ver a vida.


    Seguindo... Quando puder, me faça uma visita: http://omundosobomeuolhar.blogspot.com/

    ResponderExcluir